Páginas

22/08/2015


Despertei com o sopro do vento
em minha alma
Desejando voar pelo infinito firmamento
Pedindo: leve cores aos corações
Leve amor às almas.

Hoje o Fogo veio me visitar
Me trazer a energia divina
Me lembrar da vida que em mim
Vibra incansavelmente.

Hoje a terra está a me saudar
Me mostrando a firmeza do meu caminhar.
Veio dizer que as pedras,
Mestres em minha jornada
Precisam ser lembradas
E reverenciadas
Pois mostram os apegos
Que por ventura preciso lapidar.

Hoje as águas vieram me banhar
E as profundezas sagradas de
Minha alma abençoar.
Ensinar a fluir, a correr sem se prender
Nem a galhos, nem a raízes
Apenas um unir de mãos
Agradecendo o ciclo da vida
Que hoje veio até mim
Lembrar quão valioso ė
Despertar e sentir o colorido
Dentro... No fundo
Profundo.... Imenso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário para nosso blog, com eles poderemos melhorar e aprimorar nossos textos e abordagens!!