Páginas

31/08/2015





Não é o destino que te fará feliz, mas o caminho percorrido até o destino, pois nele se apresentam os tesouros do aprendizado para que o destino se realize!
Pense nisso e caminhe feliz!








Ensina-me a ser fogo
Ensina-me a ser a transformação que busco
A ser o desejo de mudança
De purificação, de iluminação.


Ensina-me a ser fogo
A Ser a fé que minha alma transborda
A ser a energia que nutre meu espírito
A ser dentro a fogueira sagrada do amor puro.

Ensina-me a ser fogo
A ser a Fênix renascida
A nutrir outras almas
A ser o sol que ilumina
Outros caminhos

Ensina-me a ser fogo
A ser o dom do amor
A fogueira invisível da compaixão
O calor do abraço no irmão.

Ensina-me a ser fogo
Manter viva em mim
A energia do Grande Espírito
A transmutar em meu peito
Dores em amores
Medo em coragem
O impossível no possível
E assim queimar
Todo medo e desamparo
Que a mente possa criar
Nas cinzas do que não mais sou
E deixar subir ao infinito
As chamas de quem posso ser

Ensina-me a ser fogo






A auto-importância e as críticas

Temos uma grande dificuldade em receber críticas de forma amena, nosso ego e auto-importância fazem soar um alarme dentro de nossa mente, que nos diz: Perigo, Perigo!!!
Esse alarme soa porque sentimos as críticas sempre como uma avalanche sobre nosso ser, derrubando tudo o que somos e nos jogando no chão, como se as palavras ouvidas fossem, não para nos ajudar a ver a nós mesmos por outros prismas, mostrando-nos onde muitas vezes precisamos melhorar e crescer.
Temos uma auto-imagem muito diferente daquilo que as pessoas que nos cercam enxergam, pois a auto-importância nos cega para quem realmente somos.
Precisamos compreender que as críticas, são espelhos reais, são uma forma de percebermos os pontos fracos que temos e que precisamos transformar, para nosso aprimoramento pessoal, não necessariamente para destruir o que temos de melhor em nós. Mesmo porque ninguém nos critica por sermos amorosos, organizados, equilibrados, compreensivos, ao contrário disso, sempre são flechas apontadas para alguma aresta em nosso comportamento que necessita ser aparada.
A humildade de receber uma crítica e perceber que ela pode nos ajudar a encontrar uma direção para nossas ações, emoções e pensamentos e nos tornar melhores pessoas.
Claro que há os que nos criticam com o intuito de nos diminuir, mas nosso ego nos cega para que possamos diferenciar os dois e faz com que tenhamos sempre comportamentos infantis, nos tornando birrentos e fazendo com que nosso humor se altere a ponto de perdermos a razão com gritos e palavras que fazem o outro sentir a mesma dor que estamos sentindo, mesmo que nossa dor, movida pelo ego, sequer exista de verdade.
Então da próxima vez que ouvirmos uma crítica, que tal nos curvarmos frente a pessoa que nos fala, amorosamente, e escutarmos com o coração, deixando a auto-importância, o ego a vaidade de lado, para quem sabe assim, encontrarmos o que precisamos mudar para dessa forma, mudarmos também os rumos de muitas coisas negativas que acontecem em nossa jornada e que em nossa cega vaidade, achamos que a culpa é do mundo, menos responsabilidade nossa e assim, lapidarmos nossa alma e conduta!
Dessa forma, estaremos colocando nos eixos, nossa vida pessoal, profissional, amorosa e acima de tudo HUMANA!


SEJAMOS HOJE A MELHOR PESSOA QUE PUDERMOS!
SEJAMOS AMOR EM MOVIMENTO!

28/08/2015






Ensina-me a ser terra
A ter raízes profundas
A ser a firmeza que procuro
A ser nutridora de minhas folhas
Para que elas, livres, caiam ao solo
Em tempos de outono.

Ensina-me a ser terra
A mergulhar em minhas profundezas
A conhecer minhas cavernas internas
E levar luz a canto de mim mesma.

Ensina-me a ser terra
A ser a ação concreta dos meus desejos
A lidar com a invisível semente
E vê-la como linda flor
Antes mesmo de sua florada!

Ensina-me a ser terra
E ver em meu ventre sagrado
O milagre da vida acontecer
E arvorecer galhos e frutos
Crescendo em direção ao infinito.

Ensina-me a ser terra....

27/08/2015







Bom dia VIDA!!

Sobre magias, energias, informações....
Tenho recebido muitas mensagens aqui e na página Benzedeiras e Benzimentos de pessoas pedindo ajuda para se livrarem de "macumbas", mandingas, bruxedos, simpatias, etc.
Precisamos esclarecer algumas coisas a respeito, para que possamos ter consciência real do que são e como nos afetam.
Toda magia, tem como princípio levar informação à pessoa para quem direcionamos ela, sejam informações positivas ou negativas. A magia por sí só não pode ser rotulada como positiva ou negativa, já que todos instrumentos usados são os mesmos, o que as coloca em vibrações diferentes são os intentos ali acionados.
Porém nenhuma energia, portanto informação, chega a nos afetar sem que estejamos vibrando na mesma frequencia, ou seja, não somos afetados pela sombra, se estamos na luz, pois essa se dissipa.
Porém quando abrimos caminho, deixando nosso "endereço energético" marcado na pessoa, como por exemplo nossa energia sexual, essa informação/energia nos chega mais fortemente, pois vibramos na frequencia igual ou semelhante.
Para que não recebamos essas informações que podem vir com a frequencia de doença, morte, disturbio mental e/ou energético, precisamos manter nossa vibração uma nota acima sempre.
Tenho visto muitas pessoas colocarem postagens de orações, ou mesmo pedindo essas, mas em seus corações estão vibrando informações como ódio, rancor, vingança, desejos negativos para com o outro, como se fossem justiça, ou ainda como se fossem algo "sem maiores importâncias". Ledo engano, pois é exatamente dessa forma que recebemos as frequencias mais densas, porque vibramos nela, ou baixamos nossa nossas energias para essa frequencia, e então nosso endereço energético que estava "escondido" porque não estava em consonância com essa "magia", é encontrada e nos tornamos abertos, porque a porta foi destrancada por dentro, NUNCA POR FORA.
Claro que orações externas sempre nos ajudam a sair de certas situações, porque essas informações enviadas pelas orações, nos servem de alento e de alguma forma, clareiam nossa visão para determinados momentos, mas precisamos assumir nossas responsabilidades e colocarmos em nossas mãos as rédeas de nossas vidas.
Quando uma frequencia densa nos atinge, é porque encontrou em nós uma vibração semelhante. Nada nos chega sem que tenhamos em nós o endereço da correspondência enviada.
Recebemos antes, o que somos, não o que queremos.
Recebemos o que já conhecemos, pois nossa alma não compreende algo que para ela não existe.
O mal se não é conhecido por nossa alma, não é reconhecido fora.
O ódio se não é conhecido por nossa alma, não é reconhecido fora.
Assim, o amor se não é conhecido por nossa alma, não é conhecido fora, portanto, não pode ser recebido.
Quando queremos conhecer algo, precisamos dar um passo em direção a esse conhecimento, e ele por sua vez, dará um passo em direção a nós.
Dessa feita meus queridos, não se preocupem se alguém fez algo para vocês quando se tem a certeza da sua elevação energética.
ORAI E VIGIAI, pensamentos, sentimentos e ações. É nessa trina forma de caminhar que nosso caminho estará limpo!
E lembrem-se, ENERGIA É INFORMAÇÃO, QUAL INFORMAÇÃO VOCÊ ESTÁ ENVIANDO PARA O UNIVERSO E QUAL ESTÁ RECEBENDO?
As sombras não conseguem alcançar a luz, mas a luz ao deixar de ser vibrante e forte, encontra as sombras!

SEJAMOS HOJE A MELHOR PESSOA QUE PUDERMOS!
SEJAMOS AMOR EM MOVIMENTO!

26/08/2015







Ensina-me

Ensine-me a ser água
Para correr por entre as pedras
Escorregar por entre raízes e galhos
Sem me prender, apenas fluir
Ensina-me a ser mar
Para que assim profunda
Eu guarde em mim todos os mistérios
Toda beleza que avistar e tocar
Pelos rios por onde passar.


Ensina-me a ser água
E assim moldar-me ao Todo
Sem beiras ou centros
Sem palavras que me definam
Sem medos das profundezas
Dos grandes sentimentos

Ensina-me a ser água
Mergulhando em mim mesma
Percorrendo as cavernas escuras
Sem me misturar a escuridão
Conhecendo meus mistérios
Deixando de lado a servidão

Ensina-me a ser água
E deixar assim livres minhas mãos
Para acariciar ao invés de prender
Para preencher as lacunas
Do meu sagrado coração

Ensina-me a ser água.....

22/08/2015






Vejo o mundo, certamente, com olhos diferentes....
Tenho em mim, olhares encantados, de menina ainda.
Acredito nas cores, nos perfumes e nas flores.
Sou aquela que ainda vê as borboletas voarem com espanto da novidade, escuto o canto de um sabiá, com os ouvidos de criança, que se deixa ninar pelo canto de Deus....
Quero as asas de um anjo a me levar pelos sonhos infantis do que é felicidade.
Cheiro as flores como quem sente o acalanto de mãe.....
Sim, o mundo pra mim tem outros prismas a me ensinar o caminho..
E com pétalas nas mãos, distribuo sonhos e floresço junto com a primavera!

Despertei com o sopro do vento
em minha alma
Desejando voar pelo infinito firmamento
Pedindo: leve cores aos corações
Leve amor às almas.

Hoje o Fogo veio me visitar
Me trazer a energia divina
Me lembrar da vida que em mim
Vibra incansavelmente.

Hoje a terra está a me saudar
Me mostrando a firmeza do meu caminhar.
Veio dizer que as pedras,
Mestres em minha jornada
Precisam ser lembradas
E reverenciadas
Pois mostram os apegos
Que por ventura preciso lapidar.

Hoje as águas vieram me banhar
E as profundezas sagradas de
Minha alma abençoar.
Ensinar a fluir, a correr sem se prender
Nem a galhos, nem a raízes
Apenas um unir de mãos
Agradecendo o ciclo da vida
Que hoje veio até mim
Lembrar quão valioso ė
Despertar e sentir o colorido
Dentro... No fundo
Profundo.... Imenso!

18/08/2015






Bom dia VIDA!!

Clareza ao passarmos por esses momentos de transição neste planeta que habitam e dentro do campo energético de vocês. Nossas almas estão despertando para o que chamamos de Consciência Superior, ou Consciência Cristica.
Precisamos nos render ao amor. Não apenas pregarmos o amor, mas nos render à ele.
Falo desse amor que estende mãos, que acolhe nos braços, que usa de palavras amenas para expressar seu sentir.
Falo desse amor que não permite entrarmos em uma frequencia baixa, que não se desequilibra, porque amor é Equilibrio, Harmonia e Sutileza. Qualquer outra expressão, não é amor, mas tão somente as paixões físicas que nos acometem a emoções desequilibradas, como raiva, angustia e um julgar constante do sentir alheio.
Somente través do amor consciente de sua Grandeza poderemos Ser a salvação que queremos ter.
Não adianta mergulharmos em profundo estudo sobre as leis que regem a espiritualidade, aprofundarmos em conhecer quem são, cada um dos trabalhadores desses clãs que tem auxiliado a nós humanos, porque teorias apenas preenchem lacunas vazias de mentes inquietas que buscam respostas para nossa passagem neste plano. Deixemos um pouco de lado o estudo, pratiquemos o amor de que tanto falamos. Pratiquemos em primeiro lugar em nossos lares, sendo amorosos com nossos entes mais próximos, pois eles são os mais necessitados desse amor.
Desenvolvamos a habilidade de sermos amorosos com tudo e todos. Não precisamos saiber a teoria sobre o amor, precisamos que SEjAMOS O AMOR.
Queremos e devemos vibrar em uma constante onda de energia e seguir as pegadas do Mestre Jesus, que mesmo quando de uso de palavras firmes, nunca se rendeu à raiva, pois Ele sabia ser o exemplo que nós precisariamos seguir, porém ainda que ele não tenha se rendido, nós não aprendemos a lição. Pregamos algo que não conhecemos, porque não nos rendemos. Falamos e estudamos sobre um sentimento, que está longe ainda do coração de todos nós.
Não falemos em amor, se não o praticamos em nossos lares, com nossos filhos, companheiros, irmãos, mães e pais.
Não falemos em amor se ainda culpamos nossos companheiros por algo que não está certo em nossas vidas, por pura falta de comprometimento com nossa alma e sua trajetória espiritual.
Não preguemos algo vazio. Sim vazio!!!
Pleno só existe quando se vive algo dentro intensamente até o ponto de explodir em milhões de partículas, podendo ser distribuído a todos.
Amor é isso, uma explosão de luz que se espalha e toca todo de forma sutil e doce!s. Mas para explodir, precisa estar pleno, completo!
Então, paremos de culpa e de julgamentos. Apenas amemos. Apenas Sejamos Amor!
E a vida, será uma Explosão!


SEJAMOS HOJE A MELHOR PESSOA QUE PUDERMOS!
SEJAMOS AMOR EM MOVIMENTO!

17/08/2015





A menina em mim se despreguiça
se estica toda, abre os braços
levanta a cabeça e se seca ao sol
qual borboleta que passeia por perfumadas flores


A menina em mim sorri para o sol
com olhos fechados em puro sentir
e gira com o vento, dançando com as folhas
que rodam pelo chão
celebrando primavera que vem soprando
novidades quentinhas no ar

A menina em mim, de saia florida
rendada de xita, levanta poeira do chão
no terreiro de casa, na terra batida
de histórias contadas nas pedras que pisa
com a força que só as meninas conhecem

A menina em mim desenha estrelas com os pés
na dança que embala seu corpo que é constelação
e se mistura no ar com os sonhos das outras meninas
e embalada pelo canto das flores do amanhecer
a menina em mim floresce e perfuma
a vida da mulher que se permite
Ser Menina pra Sempre!


Bom dia VIDA!!!!

Hoje ao amanhecer, um sabiá laranjeira ensaiou seu primeiro canto, em um prenúncio da primavera que vem galopando em suas flores coloridas para anunciar o tempo de renascer. A troca de pele já se faz quase completa, basta agora desapegar do cordão umbilical que ainda me prende a roupa antiga, aos sentimentos antigos, aos dias já idos, ao por do sol que já aconteceu.
Chegando o momento de quebrar a casca, de germinar semente descansada na terra, de lua nova que se aproxima.
Vem.....ilumina e perfuma o caminho, com suas pétalas coloridas e suas cores radiantes ensinando, que a Vida sempre VALE A PENA, QUANDO A ALMA DEIXA DE SER PEQUENA!

13/08/2015



Escrever é uma forma de curar a alma!
É uma forma de gritar em silêncio
De chorar em seco
De esfregar a alma com sabão.
Não posso dizer sobre pintar
Porque mal sei casinha desenhar
Cantar muito menos,
sou desafinada ao extremo
Mas aprecio uma bela canção.
Sinto que toda forma de arte
É um grito, um choro no escuro
Ou mesmo uma gargalhada
Daquelas escancaradas
A única certeza que tenho
É que, ao escrevermos
Cantarmos, tocarmos
Dançarmos, pois o corpo também
pede passagem ao movimento
Fluir das águas internas
E a arte de ser vento
E ser água está na dança
Na alma que deixa de ser tormento
E passa a ser bonança!
Arte é grito do que foi contido
Guardado na alma
Minha alma se desenha em letras
Se desfaz dos sons
E no silêncio escreve
A cura da alma em seus vários tons!
Minha alma se desfaz
Em poeira encantada que reluz
Se transforma e voa como brisa
E brilha, pois vira Luz!

06/08/2015





Quando somos Amor, a vida flui amena e pacífica, como riacho que segue suavemente seu curso até ser rio....até sermos Inteiros Oceano...
Amor gera amor.....
SEJAMOS AMOR EM MOVIMENTO!!!!

04/08/2015



Sem palavras para expressar mais esse momento mágico!
Mais mágico ainda foi ter uma criança, uma linda menina, Catarina, recebendo o chamado e atendendo esse mesmo chamado do coração, despertando a benzedeira em sí!
Gratidão a todos evolvidos.












eu ilumino seu caminho, você ilumina o meu e, juntos iluminamos o mundo!










Às Benzedeiras e Benzedeiros!
(e todos trabalhadores espirituais)

Tenho sentido durante esse caminho do encontro "Despertar das Benzedeiras", muito amor, muita delicadeza e muita disposição para doação de amor em nossa egrégora, mas também tenho sentido uma certa ansiedade nas pessoas recém "despertas" desse conhecimento em passar ele adiante, em encontros, formando novas egrégoras sem a humildade do aprendiz.
Quando nos iniciamos em qualquer caminho, estamos começando a conhecer o mapa desse caminho, não o território dele. São coisas absolutamente diferentes.
Ao assumirmos a responsabilidade de passar um conhecimento, seja ele qual for dentro do caminho energético/espiritual, temos de ter a consciência de que essa egrégora que se forma, estará SOB NOSSA RESPONSABILIDADE e, sendo apenas neófitos (iniciados de novo), não temos noção exata do território que se apresentará na frente, Mesmo porque o caminho se desenha, caminhando.
Ao recebermos o mapa, nas iniciações, precisamos entender que esse, o mapa, não mostra as pedras do caminho, as águas profundas e densas, as montanhas e suas sinuosas curvas e as alturas dos abismos que se mostrarão. Ao recebermos o mapa, temos uma vaga idéia do que se apresenta e dessa forma, vamos caminhando e conhecendo ativamente, ou seja caminhando, o território e seus relevos, dificuldades e belezas.
Quando não queremos o mapa, poque temos a certeza em nosso ego, que já sabemos o que estamos fazendo e dentro desse pensar sem humildade, jogamos fora o que poderia ser uma ajuda e nos jogamos no escuro, claro, recebendo apenas o escuro, afinal nosso ego sem a menor modéstia se lança em um desafio que se acha detentor da sabedoria ali guardada apenas aos que respeitam o aprendizado e suas etapas e o que acontece é, no primeiro desafio, caimos não apenas porque tropeçamos na "nossa" pedra, mas também nas pedras que foram caindo na nossa frente, simplesmente porque atraímos segundo nossa vibração,
Se não respeitamos as etapas, somos atropelados por nossa ignorância maquiada de saberia.
Então, antes de sairem por ai, querendo passar algo do qual conhecem apenas o mapa, caminhem pelos territórios, conheçam seus dons, benzam muitas pessoas, atendam inúmeros seres, coloquem-se à disposição do universo para sanar dores de almas e quando conhecerem uma parte desse território, que é extenso e NUNCA conheceremos tudo, ai sim, poderão começar a pensar em ensinar.
Somos eternos aprendizes e a responsabilidade em nos colocarmos como mestres, é MUITO MAIOR DO QUE AQUELA PEDRA NO CAMINHO, mas quando essa pedra se coloca na frente do ego, ela fica ainda menor e certamente, tropeçaremos nela!
Sejamos colaboradores do amor.
Sejamos amor em movimento e deixem o ego, que quer que ensinemos algo que não conhecemos, morrer de fome!
Lembrem-se O MAPA NAO É O TERRITÓRIO!